Arquivo da tag: hiv

Desmistificando a Aids

Carolina Brito e Viviane Ferreira

Segundo o Boletim Epidemiológico divulgado em 2012 pelo Governo Federal, foram registrados 656.701 casos de aids no Brasil. Destes, a maioria concentra-se na população heterossexual. Mas ainda existe preconceito relacionando esta doença a prostitutas, gays e usuários de drogas. Este preconceito teve início nos anos 80, com o surgimento da AIDS. A mídia, durante este período, ampliava “o preconceito inerente à doença: “O saudável era visto como sinônimo de normal. A doença não estava nos homens, mas na sua opção sexual, na sua transgressão à ordem preestabelecida”, conforme retrata a professora Adriana Simões Machado em sua dissertação de mestrado*.

Evolução do tratamento

Foto: Cabeleireiros contra a Aids

Foto: Cabeleireiros contra a Aids

Os primeiros casos começaram a surgir no início dos anos 1980. Nesta primeira década, era uma doença de difícil tratamento, pois a sua identificação ocorria somente após o aparecimento dos sintomas. A partir dos anos 90, com o avanço dos estudos, os pesquisadores passaram a descobri-la através de exames, sem a necessidade de que manifestação de sintomas, conforme indica o site da Fundação Oswaldo Cruz. Os estudos, então, foram se desenvolvendo com base no tratamento que deveria ser feito e nas formas de prevenção. Antes, o doente era associado a uma imagem frágil e abatida. Entre 1995-1996, essa imagem foi mudada , principalmente, pela introdução de coquetéis de remédios, que possibilitaram maior qualidade de vida aos infectados.

Atualmente, o tratamento é feito com uma quantidade menor de remédios, que controlam a doença a ponto do infectado conseguir levar uma vida normal quando administra os medicamentos de forma correta. Outro grande avanço ocorreu na transmissão materno-fetal. Em entrevista a Drauzio Varella, o médico infectologista Ricardo Hayden explica: “O uso do AZT ou de outras drogas combinadas, segundo a necessidade individual da mãe, associado à indicação de cesarianas antecipadas para evitar a micro-transfusão de sangue da mãe para o filho, que ocorre durante o trabalho de parto, reduziu de 40% para 1% ou 2% a cifra de transmissão para o bebê.”

 

Remédio é novidade no tratamento da Aids

Cientistas descobriram que o medicamento Truvada, utilizado no tratamento da AIDS, também serve como forma de prevenção à doença. Conforme noticiado no Jornal Ciência, o remédio deve ser ministrado somente com indicação médica, e não substitui a camisinha.

Divulgação e prevenção

O Dia Mundial de Combate à Aids surgiu com a intenção de divulgar, estimular a prevenção e a tolerância, além de diminuir o preconceito e a discriminação associados à doença. Estas são as maiores barreiras no combate à epidemia. O Brasil já encontrou um modelo de tratamento para a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida, que hoje é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) uma referência para o mundo. Ações são promovidas em vários estados e cidades.

O Governo de Minas  lançou em dezembro de 2012, a campanha “Aids. Coloque um ponto final na sua dúvida”. A mobilização pretende incentivar a prevenção contra a Aids com as ações que alertam sobre a importância do diagnóstico precoce.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 * Tese: A representação social da AIDS construída a partir das informações veiculadas nos jornais diários: análise da cobertura sobre AIDS no jornal Estado de Minas. período de 1984 a 1995.

Etiquetado ,